Image Map

OS MESMOS OLHOS



Se há um ano atrás a menina o visse com os mesmo olhos que o vê hoje, ela lhe teria amado desde de o primeiro beijo.
Se ela, a menina de olhos cegos, tivesse visto mais do que a própria escuridão, ela o teria dado mais paixão.
Ela sempre soube que por ele era amada, não desperdiçou, foi ver no que dava tantos ditos de amor, e não se arrependeu, hoje ela o ama, sempre mais, muito mais, infinito como o universo é o seu amor.
Os olhos de seu amado são duas esferas redondas de cílios fartos, onde de dentro se derrama uma luz cálida, que as vezes tremula mais nunca encharca.
O amado desta menina tem um jeito peculiar, beija os próprios braços e  boceja sem parar.
Ele está casando, sempre cansado, e ela a reclamar. Ela pedi que ele durma, e ele nunca responde é pra já.
Ele sempre precisando dormir, ela precisando sonhar.
Ela gosta de chocolate e ele de coca-cola, ela o belisca e ele diz que adora.
E das rosas que ganhou, a menina guarda olhar e  o beijo do amado as lhe entregar.

INGRID CARVALHO

O blog voltou :) com tudo novo como podem ver !
3

3 comentários:

Gildney disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gildney disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
- LoolaB disse...

Que lindo teu texto!
Adorei, parabéns!

Beijos,
@pirulitolimao

Postar um comentário