Image Map

Tic-Tac

Tic-tac, bate o relógio. Tic-tac sem demora.
Tic-tac passa a vida, tic-tac outra hora.
As respostas desenhadas, pensadas e constantes, como os ponteiros do relógio como as passadas de um gigante, e o relógio anda, anda ainda pra mais distante, onde as almas não calam só jorram incessantes.
Tuas respostas eram tão indiretamente diretas que pararam o relógio, e por um  momento me esqueci do tempo, das horas, dos minutos , dos segundos,  e de tudo que não cabe nestes versos.
Dos estudos poéticos de tua língua árdua  me ative a história prosaica e tutora do tempo, da melancolia do passado, e que outrora forá a gloria, a paixão o desejo, a razão  e o sentimento tudo o que aflora dentro do teu peito .
Porém tua língua não queria história, queria biologia, e das asas de um anjo irrompeu a anatomia. Um convite daqueles difícil de se recusar. É aquele tipo de insinuação que te arrepia a pele e te faz desejar. Um desejo fogo de palha que se incendeia e se apagar com o soprar do vento, que num dado momento se fez repleto de significado, das coisas não ditas dos versos calados.
O fogo se instigue e o relógio volta a se mover, e entre os seus tic-tac rápidos desejo uma boa noite pra você. 
Ingrid Carvalho
3

How To Touch a Girl

Há músicas que marcam um determinado momento de nossas vidas, hoje me lembrei de uma música que ouvi bastante a 3 anos atrás  How To Touch a Girl da Jojo! Ainda gosto muito dela.

0

Inconvenientemente conveniente!

Sabe aquele monte de parente inconveniente, que vem a sua casa um vez por ano e que quando vem parece não querer saber de ir embora... pois é eu tenho está espécime rara que nunca entrará em extinção. Estou escrevendo este texto na presença dos mesmos só que sem o  seu conhecimento.Ilário, estou me contorcendo de rir por dentro.
A minha comunicação com esses seres desconhecidos  e ao mesmo tempo que se acham os mais íntimos, se restringe a um boa tarde, como vai? tudo bem?! E logo depois um tchau meio sem graça. Ouço todas as sua conversas desinteressantes com meus pais que parecem deverás interessados nas últimas fofocas famíliares, fato extremamente constrangedor. Ouvir aquela mesma conversa mole, aquele mesmo mau falar da vida aleia me entedia completamente.
Estou sendo Chata, com C maiúsculo? Não só Educada com E Maiúsculo. Quando se vai a casa de alguém deve se seguir normas... uma delas é ligar antes de aparecer, não tem a mínima graça chegar de surpresa, pelo menos eu não vi. 
Tive que ir abrir a porta por um infortunío do destino, poxa vida tipo é sábado acabei de chegar da faculdade, tava morrendo de sono, estava com uma camisola nada familiar, transparente demais, tipo priminha o que é isso?! Esse foi o olhar do meu primo! E a mulher dele me olhou tipo, vai por uma roupa decente! E o bebe deles esse eu não posso afirmar no que pensou, graças a Deus, mais ficou mordendo e dando tapas nas minhas pernas descobertas, terror puro. Apareceu minha priminha também querendo devorar todo o meu chocolate, mais por motivos que desconheço deixou meus sonhos de valsa intactos.
Fiquei a margem de tudo, meu primo como sempre disse que me elogia pra todo mundo, e pior que é verdade ele me acha como ele mesmo disse: " muito desenrolada".
Família é tudo igual uma repetição indefinida e natural, não sei como dizer mais apesar dos pesares é família fazer o que?.
 E quando foram embora deixam um silêncio e uma sensação de vazio, do espaço antes cheio, que era preenchido por uma coisa irritante e ao mesmo tempo aconchegante, algo extremamente...... Familiar!
4

Loba...

Não devemos confiar nas pessoas, sempre mentem é um fato, só de respiranrem já inspiram mentira! Estou sendo radical?! Não estou sendo literal.
Todos mentem é fato.
Seja por que motivo for, mentem. E para mim não existem motivos bons ou ruins para uma mentira, só o que existe é a MENTIRA.
Eu acusadoramente, vos digo a maior mentira está em ti.
Fui enganada comprando lobo em pele de cordeiro.
Porém este texto marca o fim do que era finito, e um recomeço de agora em diante não te devo mais respeito.
Guardarei tuas vestes de cordeiro, para lembrar que no final das contas todos MENTEM!
Relendo este texto descobri que estava escrevendo pra mim, menti, menti. Só te feri. E entre minha pele de cordeiro carrego minha  calda e as orelhas de raposa que denunciam minha mentira cada vez mais errônea.
Te magoei de maneira profunda, realmente não me deves mais respeito, a frieza e a distancia minhas amigas brincaram e reinaram em teu peito. Só tenho agora um sonoro ME DESCULPE! PERDÃO!
Ingrid Carvalho

MENTIRAS
Mentiras que ferem a alma e estraçalham o coração
destroem sonhos e criam ilusões causam tanta dor
que num certo momento da relação viram rancor
inconseqüência cruel da mente insana que acabou
com nosso amor de uma maneira tão desumana....
Por quê???????? Menti dizendo que gostava de ti....
Miguel Angelo
2

DIÁRIO

DIÁRIO ATUALIZADO: REVIVENDO!
3

Colorindo

Tudo que sinto não me diz respeito, tudo que vejo são imagens no espelho.
A minha volta não há mal que eu sinta, não há chuva que me molhe, não há arrepio.... só há morte.
A morte é impetuosa, infame e mórbida, nos tira e apenas tira e não devolve.
A sensação, o sopro, o vento,chama, a cama, a vida... a morte come e não deglute apenas empurra e engole.
A fome é tanta que mata até a própria fome, e ainda insatisfeita come todos os meus desejos e pensamentos.... fico a contar o tempo.
A morte come tudo, até mesmo o que não é comestível, afoga e queima, mata e envenena.
A morte é escura, sombria e nodosa. É impetuosa...
Porém algo mudou...resolvi colorir tudo..... para dissolver este sopro de morte.
Vou pintar com aquarela doce e bela e embelezar até a morte, que de tão ofendida se retirou e me atirou a própria sorte.
Colori com tinta guache toda a dor, mas uma chuva caiu e levou toda cor, e transformou meu dia em  cinza, e deixou tudo sem calor.
E entre as batidas rápidas do meu coração, encontrei lápis de cor, e com o que restou  pintei a vida com ardor
E entre idas e vindas , a vida voltou a ser cor-de rosa, me deixando verso, poesia e prosa.
2

Anônimo

Desconheço, não sinto, ignoro, não sei...
Por que fala, por que escreve, por que diz, por que omite e insiste, me diz! 
Quero saber, anseio saber, desejo saber, me  ofende não saber..., por que não sei....apenas não sei!
Descaradamente desnuda meus textos, os entra no âmago e traduz minhas entrelinhas. Como te atreve entre teus devaneios loucos tirar-lhes a venda e os pôr em agonia, a chorar aos soluços perguntando quem lhes roubou o segredo, a intimidade, o sacro, as inverdades, a falta de vergonha, a ironia e por fim toda a gentileza a certeza, a coragem, a leviandade e sagacidade. Misturadas com uma pouco de amor e  com uma pitada de pecado. Pecado não maior que o teu que te escondes no anonimato.
Teu atrevimento, diverte, me tira um sorriso cínico do rosto, aquele sorriso fagueiro a espera de ler- te de novo.
Então escrevo, e ainda escrevo, sobre quem não sei quem é, tentando adivinhar seus gostos, sua vontades, então me perco e descubro que o só sei que nada sei realmente é fato, e a falta de tato, me tirou o retrato de um rosto desconhecido e falho. Agora desnorteada, dizendo tudo e ao mesmo tempo nada, vou em busca, do que não há, do que não toco, do que não sinto, vou em busca de tudo, do laço, da chama, da lama, do verso, do poema,  do traço, um simples traço de significado.
5

Verbo Brincar...

ELE DIZ:
Vamos brincar? vamos começar?
Direi que te quero, sussurrarei em seu ouvido palavras bobas e tolas, e você derreterá.
Brincarei com seu cabelo farei cafuné, e você suspirará.
Direi que é pra sempre te olharei no fundo dos olhos, e você se iludirá.
Beijarei tua boca da maneira mais doce e colocarei a mão em seu rosto, e você gemerá.
Direi que te amo, abraçarei  bem forte, e você acreditará.
Te enganarei, e você ainda sim me amará.

ELA RESPONDE:
Vamos brincar? vamos começar?
Direi que não te quero, gritarei em seu ouvido xingamentos improferíveis, e você me odiará.
Puxarei seu cabelo e arranharei com força, e você rosnará.
Direi que nunca mais, enfiarei meu dedo no teu olho, e você chorará.
Morderei tua boca, estapiare teu rosto, e você sofrerá.
Direi que te odeio, te empurrarei com nojo, e você se arrependerá.
Te esquecerei, e você começará a me amar.
Ainda quer brincar? Não?! Tem certeza?!
Então ficaremos só com a verdade, o verbo brincar deixa pra lá.

INGRID CARVALHO
2

Poesia

Poesia alimenta, inebria, dissolve, excita.
Somos de certa forma todos um poema, de amor, de dor, de saudade, de felicidade, ou apenas um poema que não que dizer nada,apenas palavras soltar a rimar. 
Se tudo é poesia e eu vos digo, sou poesia! Prefiro as mais inquietas, as que te provocam arrepios, ou rubores inesperados,ou apenas um calar resignado a espera de significado. 
A poesia as vezes nos calunia, nos entrega, nos a apavora, nos consola e nos põe a chorar ....a lembrar... do que lembro não sei... o que me fez chorar.... muito menos.... mais chorei... chorei... chorei ainda mais e retirei meu no da garganta em uma quinta feira amarga de inverno... e o que vi no meu choro incontido e público? Vi POESIA em todos os meus poros em todas as minhas extensões. Vi poesia descer por minha nunca , percorrer minhas costas, rodopiar em minha cintura , depois subir todo o meu dorso, me acaricia levemente e então me apertar de súbito, comprimir minha boca em um beijo sedento e fugaz que me provocou arrepios.
O poema começava a ficar pronto, convidativo a mais uma rima, então parei, gemi, respirei, suspirei e cessei.

Ingrid Carvalho
5

Cansada

Estou cansada....só de pensar em como minha semana está arruinada! Sério muita coisa pra fazer ao mesmo tempo me dói até pensar, tento ver alguma forma de aliviar, mas só vejo mais, mais, mais a fazer, mas tenho que fazer tudo se não ficarei decepcionada comigo mesma e ai vai ser pior... afff chatice!!!
Não consigo resumir meu cansaço em palavras, até conseguiria mais estou cansada demais pra escrever... então apreciem o poema que demonstra o meu cansaço chato... chato...

Cansaço
 
O que há em mim é sobretudo cansaço — 
Não disto nem daquilo,
Nem sequer de tudo ou de nada:
Cansaço assim mesmo, ele mesmo,
Cansaço.

A subtileza das sensações inúteis,
As paixões violentas por coisa nenhuma,
Os amores intensos por o suposto em alguém,
Essas coisas todas —
Essas e o que falta nelas eternamente —;
Tudo isso faz um cansaço,
Este cansaço,
Cansaço.

Há sem dúvida quem ame o infinito,
Há sem dúvida quem deseje o impossível,
Há sem dúvida quem não queira nada —
Três tipos de idealistas, e eu nenhum deles:
Porque eu amo infinitamente o finito,
Porque eu desejo impossivelmente o possível,
Porque quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser,
Ou até se não puder ser...

E o resultado?
Para eles a vida vivida ou sonhada,
Para eles o sonho sonhado ou vivido,
Para eles a média entre tudo e nada, isto é, isto...
Para mim só um grande, um profundo,
E, ah com que felicidade infecundo, cansaço,
Um supremíssimo cansaço,
Íssimno, íssimo, íssimo,
Cansaço...

Álvaro de Campos, in "Poemas"
Heterónimo de Fernando Pessoa
3

New ...

O blog ganhou uma nova imagem espero que curtam porque eu adorei!
Não que não amasse minha doce boneca pensante de olhos frios e misteriosos...
Mas achei que tinha que mudar...
Agora temos nossa doce garotinha com suas asas ao luar, com olhos agora cheios de alguma coisa que não sei dizer o que é, mais mesmo assim, instigantes e misteriosos :)
Tive certeza ainda mais que era essa a imagem do blog quando esse poema me caiu nas mãos.( sem falar é claro na minha obsessão por THE WINGS em português: as asas, música do filme Brokeback Mountain)  mas o poema fala da beleza de ter asas e termina falando da lua dois elementos presentes na imagem, e que parece revelar os segredos dos olhos de minha garota com asas ao passar de suas rimas ritmadas.....

"Quero minhas asas"

Hoje,
acordei com saudades
De voar na imensidão de mim mesma...
E entre meus guardados,
Procurei minhas asas.
Houve um tempo em que
voava,
E me perdia numa estranha alegria
Escutando o vento.
Agora outra vez...
Pelo céu quero voar,
E por sobre a muralha dessa vida,
Construir meu momento.
Sem medo,
Deixar-me envolver na mais doce loucura
Lançar-me nesse vazio,
E absorver o silêncio profundo e vasto
Que me dá todas as respostas
Hoje quero voar...
Libertar o coração das amarras,
Deixa-lo livre
Para desvendar os horizontes
Desvanecer no espaço.
Esconder-me do mundo fazer parar o tempo...
Viver o sonho mais sonhado.
E num ato encantado,
dormir, no colo
da lua. 
Glória Salles
2

Meus Pêsames...


 Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressureição e a vida.
Aquele que crê em mim ainda que morto viverá.
E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá....
João 11:25-26
2

Ouvi/ Revisado ápos noite insone

Não tenho nada a dizer .....
só ouvi a música e gostei na verdade resgatei, música do filme Brokeback Mountain filme que me fez chorar pra caramba... e a música não sei porque não faz meu estilo mas mexe comigo, não sei porque a postei só queria sei lá deixa pra lá, não precisa ouvir, pode descer pro outro post... mais se ouvi ... quer saber ...sei lá! são tantos não sei porque neste post......  nome da música: The Wings  
Revisei o  post  por que hoje acordei pensando na música.... achei que merecia um post melhor... e o que fiz depois add ao meu mp3 :)

Letra:

As asas
Você me dá asas para voar
Você é o céu azul e claro
Eu estou flutuando tão livre, tão alto
Caindo com graça
Para você e eu
Você me dá asas para voar
Yeah Ooo

Você me dá asas para voar
Você é o céu azul e claro
Eu estou flutuando tão livre, tão alto
Caindo com graça
Para você e eu
Você me dá asas para voar








2

Anjo?!

Hoje incrivelmente me fizeram uma pergunta que me tirou dos eixos por uns segundos.
Juro que meu coração pulou uma batida antes de responder, a pergunta que me pegou de guarda baixa! Logo em um dia nublado e chuvoso, onde eu estava preocupada em responder outras questões.
Foi a conversa mais louca que já tive com um desconhecido. Por que começei a conversa não sei! Acho somente que as vezes quando vemos alguém sozinho, com aquela expressão de possível "suicida" devemos parar por um breve segundo. Assim que desci do ônibus me deparei com aquele figura de aparência destroçada, não digo roupas, físico nada disso! O rosto destroçado por lágrimas. 
As pessoas da parada afastadas, como se o individuo sofredor fosse um leproso que... que... desculpe interromper minha narrativa e que meus dedos tremeram por um instante e alguma umidade já minha conhecida repousou em meu olhos. 
Porém continuando a figura de dor repulsiva, chorava initerruptamente, ele devia no máximo ter uns 25 anos mais juro que parecia mais novo. Físico e vestuário impecável, mais com um semblante mortificado, não brinquei acima quando disse que vi "suicida" estampado em sua testa.
Me aproximei desviando do meu caminho de casa, e então eu lhe perguntei:
- VOCÊ ESTA BEM, PRECISA DE AJUDA?
E ele respondeu com uma pergunta:
-ME RESPONDE UMA COISA, VOCÊ É UM ANJO QUE CAIU DO CÉU PRA AJUDAR AS PESSOAS? PORQUE VOCÊ PARECE UM!
E eu respondi  após meu coração ter errado uma batida:
-NÃO, NÃO SOU UM ANJO, MAIS GOSTARIA MUITO DE TER ASAS!disse dando uma breve risada.
Sentei na parada e fiquei lá do lado do moço desconhecido enquanto ele encharcava o chão, não disse nada por que não tinha o que dizer, eu não conhecia o ilustre desconhecido, então não sabia o que dizer pra acalma-lo. De súbito ele parou de chorar.
Eu perguntei: 
-ESTA MELHOR? POSSO AJUDAR?!
Ele disse :
-JÁ ME AJUDOU ANJO. disse sorrindo.
Então ele se levantou e foi embora. Eu fiz  o mesmo voltei a pegar o caminho de casa, e me perguntei:
- POR QUE  ESSAS COISAS SÓ ACONTECEM COMIGOKKKKKKK!
 Outra pergunta me veio de repente:
-O QUE SERÁ QUE DEIXOU ELE TÃO TRISTE? isso acho que nunca vou saber!
Sei que ele não lerá este post, mas desejo que o meu ilustre desconhecido esteja bem, afinal ninguém nunca havia me chamado de anjo de maneira tão sincera que me fez até errar uma batida do coração... S2 S2 S2
Que Deus o ilumine e lhe dê paz !
0