Image Map

A maldição do titã


FICHA TÉCNICA:
Título: A maldição do titã
Autor: Rick Riordan
Paginação: 336

Dando continuidade a série Percy Jacson e os olimpianos temos A maldição do titã. O livro carrega tensão entre suas linhas, eletricidade e água uma combinação perfeita para muita confusão.

SINOPSE:
Um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, cuja ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente... e com uma caroninha da mãe.
O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo: Cronos, o Senhor dos Titãs, arquitetou um de seus planos mais traiçoeiros, e nossos heróis serão presas fáceis. Um monstro ancestral foi despertado - um ser com poder suficiente para destruir o Olimpo - e Ártemis, a única deusa capaz de encontrá-lo, desapareceu. Percy e seus amigos têm apenas uma semana para resgatar a deusa sequestrada e solucionar o mistério que ronda o monstro que ela caçava. Ao longo dessa jornada, enfrentarão o maior desafio de suas vidas: a terrível profecia da maldição do titã.

Neste livro a relação de Percy com os deuses fica ainda mais próxima e tensa, muitos querendo a sua cabeça. E Cronos parece ainda mais forte, fazendo co mque Percy tenha trabalho em dobro. O foco do livro e a nova relação que se inicia, entre a filha de Zeus e o filho de Poseidon, uma relação conflitante, mais que se supera devido a grande amizade dos dois. O Campo do romance é explorado de forma discreta na relação de Percy com Annabeth, o que nos faz pesar que no próximo livro as coisas vão esquentar ainda mais o Olimpo.
Mas neste livro não foi tudo flores, temos uma gama de personagens secundários mal explorados, como as caçadoras que poderiam ter mais  a acrescentar na história como um todo. O final pode ser previsto com antecedencia pelos leitores, o que tornou a leitura monotona, só o que salvou foi a descoberta final, de mais um filho dos três grandes, de resto tudo muito previsível, mais a narrativa continua envolvente. 
Mas contudo a periculosidade de pendurarmos o banho para continuar lendo  diminuiu consideravelmente.


INGRID CARVALHO

1

1 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Ingrid! Muito em breve pretendo ler Percy Jackson. Beijos!

Postar um comentário