Image Map

HUMOR

Eu não sei o que estou escrevendo, ouço pios de coruja que atravessam a noite!
Estou expressando meus sentimentos, meus sentimentos mais ignorados, que moram bem lá no fundo de uma caixa de sapato. 
Então me esquece um minuto, por que está lendo meu texto se não gosta do que está registrado, se cada linha cada traço te causa grande embaraço.
Eu não quero nem saber, meu humor não é coisa pouca, é arredio, é fugaz é.... coisa louca.
A beleza não é fundamental, como diria Vinicius de Morais, mais a beleza está em tudo até no estante mais soturno. Porém na fraqueza nessa não há beleza, mas não é nada que me valha recitar, nesse momento falho onde nem tudo é válido, onde não cabe o traço do poeta mas as asas de um Arcanjo, que encha de encanto todo esse pranto.
Eu não causo alvoroço nem tumulto só algo simples mais não menos fosco, algo que vai além do profundo.
Porém não sou algo absurdo, me encaixo bem neste mundo, mesmo que as vezes falte uma peça que leve ao distúrbio.
Não liguem para meu humor sou fogo de palha, meu fogo chamado mal humor se acende com estupor ,mas logo se apaga, vira chama fina, vira gargalhada.

INGRID CARVALHO
4

4 comentários:

Juliana de Alencar. disse...

Adoro os seus textos. *-*

Gildney perfil 2 disse...

Não fica triste q isso me chateia =(

te adoro =)

bjoos2

ingrid Carvalho disse...

Obrigada ju!!

ingrid Carvalho disse...

ñ estava triste talvez mal humorada mais não triste!! Fiquei tão supresa em perceber meu mal humor nos ultimos dias q escrevi esse texto!
Não fique chateado pois isso me deixa triste
beiju

Postar um comentário