Image Map

Des e Ps ....

Resolvi hoje escrever de forma deslavada, descabida, desalmada, desvalida, desordeira, desarmada e destemida.Todos esses "des" me propõem pequenos "ps".Eu penso no "des" de forma deslavada que me invocam esses tais "ps".
P de Pecado, onde todo pecado é um tipo de mentira! Onde minto, fingindo não sentir os arrepios cortantes que desfalecem minha coluna, fazendo com que eu me torne imóvel apreciando a pressão em minha clavícula . Onde fujo e me refugio de maneira covarde e ao mesmo tempo tão valente, que me inebria o pulsar das veias quentes. 
A maçã de Eva era tentadora e por tanto um pecado, porém a este pecado ela devia ter resistido, afinal ia ter sido legal viver no paraíso, sabe aquele negocio da terra que mana leite e mel ia ser pra lá de divertido! Será que as árvores dariam biscoitos de chocolate?! afinal é o paraíso, e paraíso só é paraíso com um toque acetinado e aveludado de um gostoso chocolate! 
Mas porém não falo deste pecado mais de um tipo desejoso e calado que te deixa ofegante e ao mesmo tempo tão calmo, onde pecado é provocar o desejo e depois renunciar. Onde pecado é pecado, e ao mesmo tempo o deixa de ser, num vai e vem de nuvens em meio a névoa de Outubro, que refresca e arrepia, que te faz pecar! E em meio a tua oratória desenfreada de pensamentos, te faz pensar em Dezembro e no natal que ainda não há.
O  P de pecado me faz pensar agora  de forma descabida e desalmada no P de Proibido, proibi-se, oprimi-se e desliga-se. Julgo, que  proibido devia ser: não rir dos problemas, não demonstrar amor, não chorar sem aprender,não ser você mesmo, não buscar a felicidade ,se perder em inverdades. O proibido é doce e quanto mais proibido mais açúcar se adiciona a sua mistura, tornando ainda mais tentadora sua doce doçura..
Agora esse P me leva a pensar de forma desvalida, desordeira no P que me deixa desarmada o P de Prazer. Há tantos tipos de prazer: o prazer de ter uma boa amizade, o prazer de saborear uma deliciosa fruta, de sentir o calor do fogo em um dia frio ou de apreciar uma bela paisagem, o prazer sexual ou o de realizar uma boa ação, incluo também de forma pessoal, o prazer de um bom chocolate ;) etc.., são tantos prazeres de formas indistintas e cálidas de expressões diferentes que alimentam o corpo e a alma. Mais advirto ,o prazer, o regozijo tem a péssima mania de vir acompanhado de mãos dadas com a  dor ,que pateticamente tenta se  disfarçar de amor, com uma fantasia de papelão vagabundo, que por puro DESleixo acreditamos e a tomamos como verdade. Pobre engano dos mortais, fadados ao eterno sono, que débeis, sempre buscam amor, mesmo que ele seja enganoso e enfadonho. Por isso volto a pensar nos "des" novamente, só que de forma destemida, e vos digo que se escolherem o prazer, devem estar cientes, que ele estará acompanhado por muitas vezes de pessoas que só lhe trarão dor e arrependimentos, porém a escolha é sua ,então faça direito.
Já que a terra não mana leite e mel, cavemos para achar  nem que seja um favo e uma simples gota, mais cavemos, com afinco, cavemos, cavemos quem sabe acharemos! E se não achar não se entristeça afinal já cavou tanto que além de ter ficado musculoso, pode até ter achado um poço petróleo ,o ouro negro ,que fulgura mais não tapa o buraco de seu peito. 
Neste momento ouvi pequenos gritinhos que vinham de meu teclado, que exclamavam - Por que o DES e o P ganharam um texto? que discriminação é essa?!, GREVE, GREVE, GREVE!!!!!
E antes que o sindicato das letras do teclado se organizasse resolvi usar um outro P, o P de PAREI !

Ingrid Carvalho =]
0

0 comentários:

Postar um comentário